Agora na
ulbra tv

Quintal da Cultura

Próxima atração

Turma da Mônica

Notícias

Notícias

Uber é regulamentado em Porto Alegre, mas ainda é alvo de protestos na Região Metropolitana


Em Novo Hamburgo, taxistas fizeram uma carreata contra o serviço

A prefeitura de Porto Alegre publicou na última segunda-feira, 13, o decreto que regulamenta os aplicativos de transporte remunerado de passageiros e impõe uma série de normas para o funcionamento desses serviços na capital.

Empresas como Uber, Cabify ou qualquer outra que quiser operar esse tipo de serviço deverão solicitar um credenciamento junto à Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).  A medida imposta pelo decreto que mais chamou atenção dos usuários foi a obrigatoriedade do uso de adesivos que identifiquem os carros do serviço. 

 

Em meio a disputa entre taxistas e motoristas de aplicativos, esse tipo de identificação deve ajudar os donos de carros pretos que eram confundidos com carros da Uber. Na metade do ano passado uma empresa de São Paulo já havia criado uma série de adesivos com frases que indicavam que o carro não era do aplicativo. “Não sou Uber, apenas gosto de carro preto”, dizia um dos adesivos.


Polêmica continua na Região Metropolitana

Enquanto em Porto Alegre a situação vai se resolvendo, em outros municípios a disputa por espaço nas ruas entre os motoristas segue acirrada. Na manhã desta terça-feira, 14, dezenas de taxistas fizeram uma carreata em protesto contra o funcionamento do Uber na cidade. A manifestação aconteceu em frente à Câmara de Vereadores do Município, onde ocorria uma sessão para discutir a regulamentação do serviço.

 

A Câmara do município pretende criar uma comissão especial para debater o tema com os taxistas. O legislativo também começará um estudo em conjunto com a prefeitura para definir normas para os serviços de transporte por aplicativo em Novo Hamburgo. Uma nova sessão plenária que contará com a participação de cinco taxistas representantes da categoria está marcada para amanhã, às 14, na Câmara Municipal.

 

Em entrevista por telefone à redação da Ulbra TV, o presidente da Associação dos Taxistas de Novo Hamburgo, João Vargas, disse que a categoria está exigindo mais fiscalização do município. “O Uber tem que ser fiscalizado, é um serviço clandestino, não é regulamentado”, completou.

 

 

Foto 1: Fernanda Carvalho / Fotos Públicas
Foto 2: Divulgação / TV Câmara NH

 

 

Trinta taxistas se reuniram com vereadores para discutir a regulamentação do Uber em Novo Hamburgo

Voltar para lista de notícias
EMISSORA
AFILIADA

publicidade

Newsletter Ulbra TV

Cadastre-se em nossa newsletter e receba novidades e promoções em primeira mão.

publicidade